Indonésia restringe venda de álcool, exceto em Bali

G1 – Da France Presse

Medida afeta 55 mil varejistas e 16 mil pequenos mercados do país.
Bebida só poderá ser vendida em supermercados e grandes armazéns.

Vendedor mostra garrafa de cerveja em resort em Bali, na Indonésia, nesta quinta-feira (16). Venda de bebida alcoólica foi restrita no país, menos na ilha turística (Foto: Sonny Tumbelaka/AFP)

A venda de cerveja e outras bebidas com teor alcoólico está proibida a partir desta quinta-feira (16) nos pequenos comércios da Indonésia, com exceção de Bali, segundo uma nova lei adotada pelo país de maior população muçulmana do mundo.

A medida afeta 55.000 varejistas e 16.000 pequenos mercados do país do sudeste da Ásia, onde muitos comerciantes não vendem álcool pela dificuldade para obter as autorizações necessárias.

Os fãs da Bintang – a cerveja indonésia mais consumida no país – terão que comparecer aos supermercados e grandes armazéns. Hotéis, restaurantes e bares não serão afetados pela proibição.

A nova lei havia provocado inquietação em Bali, a ilha paradisíaca frequentada por turistas estrangeiras e a única do país de minoria hindu. Mas o ministro do Comércio, Rashmat Gobel – vaiado no fim de semana em uma reunião com os líderes da comunidade local – prometeu algumas adaptações para que os vendedores de cerveja possam continuar trabalhando nas praias.

Poucos dias antes da entrada em vigor das novas restrições, os partidos islâmicos indonésios apresentaram uma proposta de lei para a proibição total da venda e consumo de álcool no país de 250 milhões de habitantes.

O ministério do Comércio alegou razões de saúde pública e morais para justificar as novas restrições.

As grandes marcas de cerveja criticaram a decisão.

Na Indonésia, quase 75% dos homens e 90% das mulheres não consumem bebidas alcoólicas, proibidas pelo Islã.

Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.