Teste detecta cocaína através da impressão digital

Um grupo de cientistas descobriu que uma simples impressão digital pode ser suficiente para revelar se alguém está sob efeito de cocaína.

Uma equipa de investigadores do Reino Unido e Países Baixos está a trabalhar num método que detecta o uso de cocaína através das impressões digitais. Para desenvolver esta forma de identificação de consumidores de cocaína, os investigadores fizeram testes às mãos de toxicodependentes em tratamento.

Este novo procedimento analisa o suor das mãos e é menos invasivo, mais higiênico e mais rápido do que os atuais exames de detecção de drogas. O uso de cocaína é descoberto através da análise das excreções da pele de duas substâncias criadas pela metabolização da droga no organismo, revelou Melanie Bailey, da Universidade do Surrey, Inglaterra, à “Science Dally”.

Com a evolução da tecnologia dos espetrómetros de massa utilizados neste procedimento, os cientistas responsáveis por este método acreditam que poderão vir a ser criados testes portáteis de droga, que as autoridades possam utilizar no dia-a-dia.

“As empresas já estão a trabalhar em espetrómetros de massa miniaturizados e no futuro estes testes de drogas poderão ser implantados” para ajudar a garantir a segurança do público, disse Melanie Bailley.

Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.