Se descriminalizar, como proibir o uso de drogas?

Blog Jovem Pan – Izilda Alves

Famílias de Norte a Sul do país estão lendo, divulgando  e apoiando manifesto da Federação do Amor Exigente contra a descriminalização do uso de drogas no Brasil. O STF estará julgando em breve ação da Defensoria Pública para  eliminar o artigo 28 da lei antidrogas, artigo que PROÍBE adquirir  droga, guardar, manter em depósito, transportar ou trazer consigo para consumo pessoal.

Os  MIL COORDENADORES  da Federação  estão incentivando cada um dos grupos, que atendem,  em cada bairro do país, cerca de mil  familiares de dependentes  por mês, lerem o manifesto em suas  reuniões,  pedindo a cada um dos seus integrantes  para escreverem  aos ministros do Supremo  Tribunal Federal descrevendo seu sofrimento e explicando que  a descriminalização  irá prejudicar ainda mais  a recuperação do seu ente querido  e colocar em risco crianças e adolescentes que já têm- em todo o país-  colegas  usando drogas nos condomínios, nas escolas, nas festas e nas ruas.

Intitulado SE DESCRIMINALIZAR, COMO PROIBIR O USO DE DROGAS? , o  manifesto  está sendo divulgado para CEM MIL PESSOAS NO BRASIL . CADA UMA DELAS IRÁ DIVULGAR O DOCUMENTO PARA SEUS AMIGOS E FAMILIARES. O movimento contra a descriminalização  iniciado  pela Federação do Amor Exigente já conta com a participação de famílias de Norte a Sul do país.

migueltortorelli

Miguel Tortorelli, vice-presidente da Federação do Amor Exigente, explica: “ESTAMOS DESCREVENDO AOS  MINISTROS DO SUPREMO A REALIDADE DE QUEM USA DROGA E AS CONSEQUÊNCIAS PARA  SUAS FAMÍLIAS: SOFRIMENTO , DIFICULDADES PARA TRATAMENTO, SEPARAÇÕES.  A DOENÇA QUE A DROGA CAUSA ATINGE, ALÉM DO DEPENDENTE, NO MÍNIMO, OUTRAS QUATRO PESSOAS DE SUA FAMÍLIA.É DEVASTADORA . HOJE, NO BRASIL, DEPENDÊNCIA DE DROGAS É DEFINIDA COMO A MAIOR EPIDEMIA EM SAÚDE PÚBLICA. MAS PARA AUMENTAR O NOSSO SOFRIMENTO, É EPIDEMIA  AINDA IGNORADA PELOS GOVERNANTES,QUE NÃO INVESTEM NA PREVENÇÃO,NO TRATAMENTO E NA ASSISTÊNCIA PARA A  FAMÍLIA. DESCRIMINALIZAR VAI SIGNIFICAR  O AUMENTO DO NOSSO, JÁ DIFÍCIL, SOFRIMENTO.”

O MANIFESTO

SE DESCRIMINALIZAR, COMO PROIBIR O USO DE DROGAS?

Todos nós, do AMOR EXIGENTE, sabemos como é difícil manter nossos entes queridos dependentes  longe das drogas. Já conhecemos essa difícil missão nas nossas  famílias . É devastador  ter filho ou parente dependente de droga.  É como matar um leão por dia enfrentar  uma lei antidrogas falha que não prevê punição  e que  torna fácil  até para crianças conseguir maconha e outras drogas nas escolas, nas festas, nos condomínios. Como se tudo isso não bastasse, AGORA TEMOS UMA NOVA AMEAÇA. O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL  ESTÁ PARA JULGAR , EM BREVE, AÇÃO QUE PEDE A RETIRADA DA LEI ANTIDROGAS DE ARTIGO QUE PROÍBE PORTAR  OU GUARDAR  DROGAS  E PROÍBE  PLANTAR MACONHA E OUTRAS PLANTAS QUE CAUSAM DEPENDÊNCIA FÍSICA OU PSÍQUICA.

Já imaginou o que  vai  acontecer no Brasil se este artigo o 28 da lei antidrogas for derrubado pelo Supremo? É liberou, geral ! Veja o que determina o artigo 28 da lei antidrogas, a 11.343, de 2006:

Art. 28.  Quem adquirir, guardar, tiver em depósito, transportar ou trouxer consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar será submetido às seguintes penas:

I – advertência sobre os efeitos das drogas;

II – prestação de serviços à comunidade;

III – medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo.

  • 7o  O juiz determinará ao Poder Público que coloque à disposição do infrator, gratuitamente, estabelecimento de saúde, preferencialmente ambulatorial, para tratamento especializado.

O que os autores da ação no Supremo querem é  derrubar todo este artigo  para autorizar no país A COMPRA, O PORTE  E O DEPÓSITO DE DROGAS ALÉM DE AUTORIZAR O PLANTIO.

Os autores da ação argumentam que precisam tirar da cadeia “inocentes portadores de drogas”. Nós, do Amor Exigente, temos testemunhado que usuário não vai para a Fundação Casa nem para a cadeia por portar droga. Quem vai é traficante.  E mesmo assim quando é de pequeno porte  temos visto o excelente trabalho da Justiça Terapêutica, em São Paulo,por iniciativa do procurador Mário Sérgio Sobrinho. Quantas vezes já não recorremos à Justiça Terapêutica para salvar um ente querido?  O que não pode é tirar da lei a proibição da droga.

É APAVORANTE PENSAR NA POSSIBILIDADE DESTE ARTIGO SER DERRUBADO PELO SUPREMO.SE ISSO ACONTECER, SERÁ LIBEROU GERAL!

DÁ UM APERTO NO CORAÇÃO, NÃO É MESMO?

AO INVÉS DE PENSARMOS NUMA POLÍTICA DE MAIOR RIGOR E COMBATE ÀS DROGAS, PARECE QUE ESTÃO QUERENDO PROMOVER POLÍTICAS QUE ACEITEM, ENCORAJEM OU PROMOVAM O USO DE  DROGAS,  QUE CAUSAM DEPENDÊNCIA E REPRESENTAM VIOLAÇÃO GRAVE E INQUIETANTE À DIGNIDADE INDIVIDUAL.

COMO FEDERAÇÃO DO AMOR EXIGENTE ESTAMOS  PROCURANDO AS AUTORIDADES PARA DECLARAR A NOSSA IMENSA PREOCUPAÇÃO.

GOSTARÍAMOS  DE CONTAR COM O SEU APOIO, ENVIANDO EMAILS ÀS  AUTORIDADES E MINISTROS DO SUPREMO  CONTRA  ESTA TENTATIVA DE RETIRAR DA LEI O ARTIGO QUE PROÍBE COMPRAR,  MANTER EM DEPÓSITO ,  PORTAR E PLANTAR DROGAS NO BRASIL.

*Izilda Alves é jornalista e coordenadora da Campanha Jovem Pan pela vida contra as drogas

Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.