Polícia fecha laboratório que fazia anabolizantes em Sorocaba

G1

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), fechou nesta sexta-feira (25) um laboratório clandestino de anabolizantes que funcionava em uma casa na Zona Norte de Sorocaba (SP). Dois homens foram presos, um era revendedor dos produtos e o outro era responsável pela venda e fabricação, segundo informações da polícia.

A polícia chegou até o local após descobrir uma página no Facebook que oferecia os anabolizantes, chamados de “azeite”. Após combinar uma compra no valor de R$ 800, os policiais fizeram o flagrante. (Veja o momento da prisão no vídeo acima)

Após a prisão, os suspeitos levaram a polícia até o laboratório clandestino. No local, dezenas de camisetas com a marca do laboratório e produtos com embalagens em inglês foram encontrados, além de centenas de frascos de anabolizantes. O banheiro da casa funcionava como laboratório. Quando a polícia chegou, os equipamentos ainda estavam ligados.

O dono da casa foi preso em flagrante e contou à polícia que vendia os esteroides para o Brasil todo, principalmente São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

A matéria-prima para a fabricação dos anabolizantes vinha da China, escondida até em embalagens de suco em pó. Segundo a polícia, o dono da casa afirmou que aprendeu a manipular as substâncias pela internet.

O delegado responsável pelas investigações, Wilson Negrão, disse que foram meses de investigação. “Através da nossa inteligência, nós conseguimos identificar e chegar até o laboratório clandestino que funcionava aqui na Zona Norte. Os produtos eram manipulados de uma forma totalmente inadequada e nociva à saúde.”

Ainda segundo o delegado, a dupla fornecia os produtos para toda a região de Sorocaba, mas também enviavam para outros estados. “Nós identificamos durante as investigações que abrangência era grande, em toda a região de Sorocaba, mas também despachavam para outros estados”, acrescenta.

Os dois presos responderão por crime contra a saúde pública.

Produtos eram manipulados no banheiro da casa (Foto: Reprodução/TV Globo)Produtos eram manipulados no banheiro da casa (Foto: Reprodução/TV Globo)
Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.