Políticos e OAB debatem problema de uso de drogas nas estradas em SC

Comissão da Alesc levou tema para discussão nesta terça (29).
OAB também se predispôs a buscar soluções para caminhoneiros.

Do G1 SC

Autoridades catarinenses começam a debater ao assunto denunciado em reportagens da RBS TV sobre o uso de drogas por caminhoneiros nas estradas. Nesta terça-feira (29), o problema foi tema na comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

“É um problema muito grave, muito sério. Esses motoristas, que fazem essas jornadas, eles já são vítimas de um sistema, de uma situação que tende a se agravar. Colocam em risco muitos inocentes nas nossas estradas”, disse o presidente da comissão, deputado estadual Serafim Venzon (PSDB).

Para se manterem acordados durante dias e, assim, conseguirem cumprir os prazos de entrega, motoristas de caminhão usam medicamentos proibidos e drogas. “No começo eu usava pra virar a noite, eu trabalhava por comissão. Depois me viciei. Usei cocaína, usei crack também, rebite para dirigir. Todos eles juntos”, afirma em depoimento um caminhoneiro.

“É um problema da política econômica nacional. É importante buscar caminhos para melhorar essa situação”, disse o deputado estadual Fernando Coruja (PMDB).  E o deputado Natalino Lázare (PR), completou: “É da nossa ossada e pertinente neste momento. A gente deve chamar as entidades representativas desse setor”.

OAB pode contribuir
O presidente da comissão de segurança da OAB, Sandro Sell, disse que a entidade está apta a contribuir. “Para chegar a uma solução que seja efetiva. Vamos evitar que mais caminhoneiros entrem nesse sistema e com isso é preciso discutir as condições de trabalho, condições de frete e condições de fiscalização”, disse.

Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.