Ministério Público do Estado de São Paulo publicou uma atualização no abaixo-assinado que você assinou: Congresso Nacional: Inclua qualquer bebida alcoólica dentro das restrições à propaganda de álcool

Change.org

23 de nov de 2015 — A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aderiu, nesta terça-feira (17/11), à campanha “Cerveja Também é Álcool”, do Ministério Público do Estado de São Paulo. O apoio foi aprovado na Comissão de Prevenção e Combate ao Uso de Crack e Outras Drogas durante audiência pública que pediu a revisão da lei que dispõe sobre as restrições ao uso e à propaganda de bebidas alcoólicas.

Por meio da mobilização popular e usando para isso a possibilidade dos cidadãos aderirem pela petição eletrônica e pelo abaixo assinado por escrito, a campanha “Cerveja Também é Álcool”, criada em 2013, propõe a alteração do parágrafo único do artigo 1º da Lei Federal 9.294/96 para que as restrições à publicidade passem a abranger toda e qualquer bebida, com graduação alcoólica igual ou superior a 0,5 grau Gay-Lussac, conforme definição técnica do Decreto 6.117/2007, que institui a Política Nacional Sobre o Álcool. Pela atual redação, a restrição só é aplicada às bebidas com teor alcoólico superior a 13 graus Gay-Lussac, o que contribui para o consumo indevido de bebidas alcoólicas por crianças e adolescentes.

Idealizador da campanha, o Promotor de Justiça Jairo Edward de Luca, que estava presente na reunião da Comissão, enfatizou que “restringir propaganda de bebida alcoólica é um mandamento constitucional”.

Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.