Ato contra a descriminalização das drogas

Jornal Cruzeiro do Sul – Simone Sanches

Evento reuniu grupo de pessoas na praça 9 de Julho – Aldo V. da Silva / JCS
Cerca de 600 pessoas se concentraram na tarde deste sábado (28), na praça 9 de Julho, em um ato público contra a descriminalização dos entorpecentes. Denominada “De mãos dadas contra as drogas”, a manifestação pacífica foi organizada pelo grupo de jovens da Igreja Mundial do Poder de Deus, com o apoio de outras denominações religiosas presentes no município.

O vereador Rodrigo Manga, que preside a comissão especial da Câmara constituída para realizar contatos, reuniões e estudos sobre a problemática da dependência química em Sorocaba, também participou do ato. A passeata percorreu as ruas centrais da cidade e foi encerrada por volta das 19h.

De acordo com a líder do grupo, Caio de Oliveira Egea Silveira, o objetivo foi mostrar ao Supremo Tribunal Federal (STF) que Sorocaba é contra a descriminalização das drogas. “A gente quer que essa iniciativa de Sorocaba ecoe no Brasil todo”, comentou.

Com cartazes, balões e camisetas brancas, o grupo percorreu a avenida Moreira César e as ruas Cesário Mota, Miranda Azevedo, com dispersão na rua 7 de Setembro. “Não podemos ficar parados, enquanto se discute um assunto tão sério como este. A descriminalização é um retrocesso na luta contra o mal que é a droga, que destrói famílias”, comentou.

Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.