Campanha contra uso de maconha retrata usuário como bicho-preguiça

UOL Notícias

Do UOL, em São Paulo

Uma campanha contra o uso de maconha na Austrália retrata o usuário da droga como um bicho-preguiça em uma tentativa de mostrar que quem usa a erva perde agilidade e a esperteza e faz tudo de maneira mais lenta. A ideia era desestimular os jovens a fumar maconha. No entanto, os vídeos acabaram virando motivo de piada, receberam críticas e até agradaram aos usuários da droga.

A campanha promovida pelo Estado australiano de Nova Gales do Sul foi lançada na semana passada sob o slogan “you’re worse on weed”, algo como “você é pior quando fuma maconha”, em uma tradução livre. Segundo os idealizadores, os vídeos têm como objetivo alertar os jovens sobre os perigos do uso regular da maconha. Para isso, eles tentam retratar aqueles que fumam como “stoner sloth” (“bicho-preguiça fumado”, em tradução livre). Esse também é o nome adotado para a campanha.

A agência de publicidade Saatchi & Saatchi (S&S), responsável pela realização dos vídeos, se defendeu contra os ataques que ridicularizam a campanha. “Os vídeos foram criados como parte de uma campanha de prevenção destinada especificamente para os adolescentes. Ela não é voltada para adultos ou usuários de maconha de longa data”, disse um porta-voz.

Desde que foram lançados, os vídeos já obtiveram mais de 4 milhões de visualizações no Facebook e YouTube, além de terem obtido mais de 30 mil curtidas no Facebook. Por outro lado, eles também deram origem a 25 paródias em vídeo que foram vistos mais de 100 mil vezes.

“Os vídeos se tornaram um verdadeiro viral. A atenção inesperada da mídia mundial está permitindo que pais e jovens no mundo inteiro possam conversar sobre a maconha de uma forma atraente”, disse o porta-voz.

Segundo a agência de publicidade, duas abordagens criativas diferentes foram testadas por pesquisadores independentes para tentar atingir o público-alvo. A campanha que está no ar foi a que apresentou o maior potencial de eficácia junto aos adolescentes. (Com informações do The Sydney Morning Herald)

 acesse os vídeos: clique aqui

Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.