Lei no Uruguai zera nível de álcool permitido para motorista

Revista Exame – Da EFE

Dados destacam que desde a redução do limite de álcool, a queda foi de 300% nas colisões com motoristas alcoolizados

Montevidéu – O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, promulgou nesta segunda-feira uma lei que estabelece redução a zero do grau de álcool no sangue de motoristas.

“Todo o motorista ficará impossibilitado de dirigir automóveis de qualquer tipo ou categoria, quando a concentração de álcool no sangue, ou o equivalente em termos de espirometria, seja superior a 0,0 gramas por litro”, diz o texto da medida, que já está em vigor.

Até hoje, seria possível conduzir veículos no Uruguai com uma quantidade de álcool menor que 0,3 gramas por litro, de acordo com lei vigente desde 2007.

Recentemente o presidente da Unidade de Segurança Viária do país, Gerardo Barrios, divulgou dados parciais de acidentes de trânsito, destacando que desde a redução do limite de álcool no sangue de 0,8 para 0,3 gramas por litro, a queda foi de 300% nas colisões que tinham motoristas alcoolizados no volante.

Atualmente, a taxa de mortalidade no Uruguai é de 16,6 mortes em acidentes viários, para cada 100 mil habitantes, de acordo a relatório. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o país é um dos 79 em que houve aumento no índice de vítimas fatais em colisões

Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.