Justiça mantém multa à Skol por propaganda considerada machista

Na campanha intitulada “Musa do Verão”, uma atriz de biquíni era clonada e depois entregue para vários homens.

Jusbrasil – Por Junício Júnior JR

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) manteve a multa aplicada pelo Procon-SP à Skol em função de uma propaganda considerada abusiva e machista. No entanto, a cerveja não concorda com o valor de R$ 305 mil da autuação do anúncio, exibido em 2006, e pede anulação ou redução, conforme a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Na campanha intitulada “Musa do Verão”, uma atriz de biquíni era clonada e depois entregue para vários homens. O órgão de defesa do consumidor considerou que o comercial colocava a mulher em posição de “objeto de consumo”. A Skol alegou no processo não haver conteúdo discriminatório. No acórdão, os desembargadores do TJ-SP afirmam que “o argumento da peça publicitária é mais do que infeliz, pois ‘coisifica’ a mulher” e que “há discriminação do sexo feminino”.

O valor da multa foi considerado pela decisão como “compatível” com o porte econômico da empresa. Fabricante da Skol, a Ambev diz em nota que “a companhia não comenta casos em andamento”.

http://midiabahia.com.br/2016/06/18/justiça-mantem-multa-skol-por-propaganda-considerada-machista/

Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.