Em 8 anos de Lei Seca no RJ, motoristas alcoolizados flagrados diminuíram 43%

De março de 2009 a março de 2017, número de óbitos no trânsito a cada 100 mil habitantes diminuiu 28%.

Bom Dia Rio

Em oito anos de Operação Lei Seca no Rio de Janeiro, o número de motoristas alcoolizados que foram flagrados nas blitzes diminuiu 43%. De março de 2009 a março de 2017, mais de 2,4 milhões de motoristas foram abordados nas mais de 17 mil operações em todo o estado. Destes, cerca de 167 mil pessoas apresentavam sinais de embriaguez e tiveram suas carteiras de habilitação recolhidas pela Lei Seca.

“A Operação Lei Seca vem conseguindo cumprir o seu papel que é provocar uma mudança de comportamento social e, com isso, estamos tendo diminuição não só dos motoristas flagrados em nossas blitzes sob efeito do álcool, como também na diminuição de mortos no trânsito. O estado do Rio de Janeiro, hoje, tem a diminuição de 28% de número de óbitos a cada 100 mil habitantes no transito. É um número muito significativo”, disse o coordenador da Operação Lei Seca, Marco Andrade.

Segundo a legislação de trânsito, quem é flagrado dirigindo sob a influência de álcool ou de qualquer substância psicoativa terá a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa por 12 meses, pagará multa de R$ 2.934,70, terá retenção do veículo até a apresentação de um condutor habilitado e o recolhimento do documento de habilitação. Caso seja flagrado novamente, no período de até 12 meses, a multa será aplicada em dobro.

Durante as blitzes foram capturados 152 foragidos da Justiça. Os agentes também recuperaram 146 veículos roubados e apreenderam 64 armas de fogo.

Balanço atualizado

Desde a criação da Operação Lei Seca até a madrugada de sexta-feira (17), 2.407.734 motoristas foram abordados em 17.972 ações de fiscalização em todo o estado do Rio de Janeiro. Ainda foram multados 461.303 veículos, 89.858 veículos foram rebocados, 157.477 motoristas tiveram a CNH recolhida e foram identificadas embriaguez em 166.232 motoristas.

Acesse: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/em-8-anos-de-lei-seca-no-rj-motoristas-alcoolizados-flagrados-diminuiram-43.ghtml

Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.