Projeto Mães da Luz auxilia familiares de dependentes químicos

Iniciativa da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania será iniciada na próxima terça-feira (27)

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo começa nesta terça (27), às 9h, na Rua Libero Badaró, 119, o projeto Mães da Luz, iniciativa direcionada a familiares de dependentes químicos, em especial usuários de crack. Coordenado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), o projeto busca oferecer informações e orientações aos familiares dos dependentes, conscientizando sobre a importância do tratamento e acompanhamento de seus parentes.

“Muitas famílias não sabem que dependência de drogas é uma doença que atinge parcela da população e que não escolhe classe social. Pela falta de conhecimento, os familiares, por vezes, sentem culpa, vergonha, medo e não sabem como agir com as consequências da dependência. Ficam doentes quem usa a droga e quem convive com o dependente”, afirma a secretária municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Eloisa Arruda.

No projeto, os familiares receberão todo o aporte necessário com orientações sobre como buscar o tratamento e acompanhamento para o dependente químico na rede pública de Saúde e de Assistência Social. Além disso, caso alguém tenha perdido contato com o seu familiar por causa do uso de drogas, o Mães da Luz contará com uma equipe que fará a busca nos bancos de dados de outras pastas municipais para auxiliar na localização.

O programa promoverá a capacitação de funcionários de outros órgãos a fim de que auxiliem nesse trabalho. As mães e os familiares que procurarem o projeto serão incentivados a participar de grupos de apoio, de auto e mútua ajuda, gratuitos e já existentes no município, para que sejam orientados sobre as etapas do tratamento, estabilização e reinserção social, atingindo assim uma melhor qualidade de vida.

O atendimento será de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Também está prevista a utilização de espaços das Prefeituras Regionais e dos Centros de Referência mantidos pela SMDHC para palestras de orientação e apoio à população para estimular e motivar a busca por ajuda.

Anúncios

Sobre Clínica Alamedas

A dependência química está relacionada a diversas questões, seja no aspecto psicológico, biológico, social, econômico ou cultural de toda a família e pessoas ao redor do paciente. A clínica Alamedas possui uma estrutura completa com profissionais competentes e experientes para ajudar cada paciente e a sua família a superar a dependência química, com qualidade de vida e saúde.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.